08/03/2019 10h00

“Conciliar nossos papéis e dar conta de tudo”

Mãe, esposa, profissional. Ter a capacidade de conciliar os vários papéis e dar conta de tudo com muito amor, dedicação e sensibilidade. Esse é, na opinião de Simone Lemos Vieira, a melhor coisa em ser mulher. Servidora do Estado há 14 anos, Simone é economista, com mestrado em Teoria Econômica e especialista em Gerenciamento de Projetos, Gestão Pública e Comércio Exterior. Na Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) ocupa o cargo de gerente de Parceria Público-Privada (PPP) há dez anos.


Antes de iniciar sua carreira no Governo, Simone trabalhou na Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e na Prefeitura de Vitória. Ingressou na Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e depois migrou para a Sedes. Ela atua como especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, tendo participado de projetos importantes para o Estado, sobretudo, na estruturação de parcerias público-privadas (PPP's) e concessões em áreas como saneamento, educação, saúde, mobilidade urbana e atendimento ao cidadão.


Simone tem certificação internacional em Concessões e PPPs, e contribuiu para a elaboração da Lei Estadual de PPP. “É um tema muito desafiador e, ao mesmo tempo, apaixonante”, explica. Ganhou três prêmios, seum um deles o Bandes de Economia, como melhor monografia de graduação; e dois do Espírito Santo de Economia, com seus artigos. É autora do livro do livro “Mauá e Moniz Freire – ferrovias e pioneirismo econômico no Século XIX”. Colaborou, ainda, com o Programa de Recuperação Turística do centro de Guarapari, em sua passagem pela Aderes.


Mãe de Arthur, de 12 anos, a quem se refere como “um filho lindo, sensível e educado”, Simone gosta de ler e viajar. Nunca experimentou discriminação ou dificuldades por ser mulher. No serviço público, segue o seu propósito de vida. “Meu objetivo é sempre estudar, aprender e me comprometer a servir e criar valor público para cada cidadão capixaba”, diz.


Um mundo perfeito para as mulheres, em sua opinião, seria aquele em que elas “não tivessem que sentir medo de ser agredidas, desrespeitadas, constrangidas ou insultadas pelo fato de serem mulheres”. A mensagem que deixa para a data é para que “acreditem em seus sonhos e lutem para torná-los realidade. Nós podemos tudo desde que a gente deseje!”, destaca.

Conheça a história de outras servidoras em es.gov.br/mulheres.

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andréia Foeger
(27) 3636.9707 - 99942-9537
andreia.foeger@sedes.es.gov.br
Cintia Dias
(27) 3636.9708 - 99234-1291
cintia.dias@sedes.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard