21/12/2018 16h16 - Atualizado em 08/02/2019 17h46

Edital seleciona monitores e técnicos para atuarem em programa de exportação no Espírito Santo

Duzentas empresas do Espírito Santo receberão assistência e consultoria para ampliar seus mercados. Uma equipe será formada para implementar métodos e inovações técnicas e gerenciais em diversos setores econômicos do Estado tendo em vista a exportação. A ação faz parte do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex-ES), que abriu chamada pública de seleção de 13 bolsistas, nesta sexta-feira (21), para atuarem de Norte a Sul no território capixaba. 

O programa é desenvolvido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex) em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes). A gestão, a contratação e o acompanhamento dos bolsistas são de responsabilidade da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). 

Para o secretário de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, a ideia central é de que o programa tenha vida permanente. “O objetivo é estruturar a cultura da exportação nas pequenas e médias empresas, uma vez que as grandes já contam com boa estrutura. Acredito que a Fapes é um exemplo para o País e toca muito bem esse programa”, declarou. 

A boa experiência da Apex com o modelo de trabalho desenvolvido pelo Peiex capixaba inspirou a busca por parcerias com outras fundações do País. “A experiência do programa no Espírito Santo serviu de base para a Apex atuar junto a outras fundações do Brasil. O Peiex-ES é especial para a Fapes continuar desenvolvendo ações na área de inovação”, defendeu o diretor-presidente da Fundação, José Antonio Bof Buffon. 

Os recursos serão destinados à contratação de um monitor extensionista, oito técnicos extensionistas e quatro extensionistas júnior. Antes restrita à Grande Vitória, a atuação do Peiex ganhará capilaridade com o estabelecimento dos núcleos operacionais Metropolitano, baseado em Vitória; Norte, sediado em Linhares; e Sul, instalado em Cachoeiro de Itapemirim. 

O edital do Peiex disponibiliza R$ 1,135 milhão em bolsas de apoio à extensão tecnológica. O evento foi realizado na manhã desta sexta-feira (21), no auditório da Fapes, em Vitória. 

Seleção do Peiex 

Ao todo, o edital disponibiliza 13 vagas para bolsistas. As contratações têm validade de dois anos e as remunerações são de R$ 5,9 mil para monitor, R$ 4,8 mil para técnico e R$ 750 para extensionista júnior. A carga horária é de 40 horas para técnico e monitor e de 20 horas para estagiários. 

Para participar do processo seletivo de monitor e técnico, é necessário possuir curso de graduação completo, preferencialmente em Comércio Exterior, Administração ou Relações Internacionais. É necessário ter experiência profissional de três anos. Já o cargo de extensionista júnior será ocupado por um estudante de graduação dessas áreas. 

As propostas podem ser submetidas até 15 de março de 2019 e o resultado final deve ser revelado até 08 de maio. 

Sobre o programa 

A primeira experiência do Peiex-ES foi instituída por convênio assinado pela ApexBrasil e Fapes. No período entre junho de 2016 e maio de 2018, o programa atingiu a meta de atender 146 empresas de 20 municípios, em pelo menos 15 setores. A maior participação aconteceu na Grande Vitória, com 103 empreendimentos, e envolveu principalmente os setores de vestuário, rochas ornamentais, alimentos e tecnologia da informação. 

SERVIÇO

Edital de bolsas do Peiex-ES

Inscrições até 15 de março.

Link para Edital

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação/Sedes

Leonardo Quarto

(27) 3636-9707 /  99942-9537

leonardo.quarto@sedes.es.gov.br 

Assessoria de Comunicação/Fapes

(27) 3636-1867

Fernanda Magalhães: comunicacao@fapes.es.gov.br / 99812-3072

Mike Figueiredo: comunicacao1@fapes.es.gov.br / 99309-7100

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard