12/03/2019 13h28 - Atualizado em 12/03/2019 14h20

Empresas que aderiram ao Compete devem atualizar cadastro até o fim do mês

Termina no próximo dia 31, o prazo para atualização dos dados cadastrais das empresas que aderiram ao Contrato de Competitividade (Compete-ES), gerenciado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes). A atualização é realizada no sistema online, disponível no site da Secretaria, e é uma contrapartida das empresas que participam do programa. As empresas que não cumprirem o prazo serão excluídas do Compete-ES.

Para realizar a atualização, basta acessar o site da Secretaria de Desenvolvimento (SEDES). Em seguida, clicar no menu “Programas de Incentivo” > “Contratos de Competitividade” > “Formulários”.

Após a validação dos dados, as empresas são comunicadas, via e-mail, para providenciar a entrega do termo assinado e dos documentos solicitados no prazo de sete dias. A SEDES reforça a importância da atualização com antecedência para que não ocorra sobrecarga do sistema no último mês do prazo, dado o grande fluxo de informações.

O Programa de Desenvolvimento e Proteção à Economia do Estado do Espírito Santo – COMPETE/ES (Lei 10.568/2016) tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Estado, estimulando a realização de investimentos, a renovação tecnológica das estruturas produtivas e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na manutenção e/ou geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

Para participar do programa, os setores produtivos assinam o Contrato de Competitividade – COMPETE/ES, no qual assumem o compromisso de aumentar a competitividade das empresas estabelecidas no Espírito Santo, em relação às similares de outras regiões do País.

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedes/Ipem-ES/Aderes:
Andréia Foeger
(27) 3636-9708 / (27) 99942-9537
andreia.foeger@sedes.es.gov.br

Cintia Dias
(27) 3636-9707 / (27) 99234-1291
cintia.dias@sedes.es.gov.br

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard