30/08/2019 11h41 - Atualizado em 30/08/2019 12h22

Evento marca instituição do Conselho Regional de Desenvolvimento da microrregião nordeste

Foi instituído, nesta quinta-feira (29), o Conselho Regional da microrregião Nordeste. Na ocasião, a prefeita de Montanha, Iracy Baltar, foi escolhida para responder como presidente do órgão, e o prefeito de Mucurici, Oswaldo Fernandes atuará como vice. Já o diretor-presidente do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Antônio Machado, será o representante do Governo do Estado junto à região para o desenvolvimento das atividades do conselho. O evento foi realizado na cidade de São Mateus.

Para o subsecretário de Integração e Desenvolvimento Regional e coordenador executivo do Plano Regional de Desenvolvimento, Paulo Menegueli, a região possui grandes potencialidades, que ganharão ainda mais destaque com a instituição do conselho. “A microrregião nordeste possui uma cadeia econômica diversificada e, a partir disso, queremos avaliar outros mecanismos que possam impulsionar a produção ali existente, gerando cada mais renda, desenvolvimento e empregos para os capixabas”, afirma.

Já o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destaca a importância do conselho para a integração das diferentes instituições e entes públicos em prol do desenvolvimento regional equilibrado. “O Governo do Espírito Santo quer estimular o desenvolvimento do Estado e melhorar a qualidade dos serviços públicos oferecidos à população capixaba a partir das potencialidades de cada uma das nossas microrregiões”.

Segundo Duboc, “a proposta, que já vem sendo colocada em prática, é criar um ambiente de integração de políticas públicas por meio do debate, do diálogo entre prefeitos, representantes dos poderes Executivo e Legislativo, do setor econômico, das instituições de ensino, dos movimentos sociais e da academia dos municípios. E a partir desse diálogo, identificar quais são os principais fatores de desenvolvimento, que envolvam vocação, desafios e potencialidades de cada uma das microrregiões”.

O diretor-presidente do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Luiz Paulo Vellozo Lucas, destaca o potencial econômico da região e a importância do crescimento das ações culturais locais. "Precisamos pensar e desenvolver atividades ligadas às potencialidades culturais e turísticas da região e temos condições favoráveis para isso. A região está entre as que mais recebem investimentos no Estado. O adensamento das cadeias produtivas existentes e das que virão com esses novos investimentos demonstra um potencial econômico também relevante a ser explorado".

Compõem o Conselho de Desenvolvimento da microrregião nordeste os municípios de Boa Esperança, Conceição da Barra, Jaguaré, Mucurici, Pinheiros, Ponto Belo e São Mateus. Além o Poder Executivo municipal, os conselhos são compostos por representantes do Poder Legislativo, setor produtivo, entidades locais e demais organizações da sociedade civil.

Plano Regional de Desenvolvimento

O Plano Regional de Desenvolvimento foi lançado pelo Governo do Estado no dia 10 de abril, em Cachoeiro de Itapemirim. O coordenador executivo do Plano, o secretário interino de Estado de Desenvolvimento, Paulo Menegueli, lembra que o objetivo dos conselhos é criar um ambiente de articulação e integração de interesses das microrregiões a partir das vocações, desafios e oportunidades identificadas para cada área e buscar o desenvolvimento regional integrado de forma equilibrada e sustentável.

Além da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), fazem parte do comitê gestor do Plano, a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), a Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

A política de desenvolvimento regional tem como diretriz o equilíbrio do desenvolvimento em todo Estado, buscando potencializar os arranjos produtivos existentes e gerar novas oportunidades. A ação de governo se orienta pela busca do equilíbrio e contemplará ações bem estruturadas, focadas na busca de investidores capazes de consolidar ou adensar cadeias produtivas já existentes.

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger
(27) 3636.9707 - 99942-9537
andreia.foeger@sedes.es.gov.br
Cintia Dias
(27) 3636.9708 - 99234-1291
cintia.dias@sedes.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da SEP
Claudia Feliz
(27) 3636-4258 / 99507.4071
claudia.feliz@planejamento.es.gov.br

Assessoria de Comunicação do IJSN
Larissa Linhalis
(27) 3636-8066 / (27) 99892-5291
comunicacao@ijsn.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard