01/10/2019 10h27 - Atualizado em 02/10/2019 10h55

Mais de 80 empresas capixabas são prospectadas para participar do PEIEX-ES

Em apenas três meses, 82 empresas do Espírito Santo foram prospectadas para participação no segundo ciclo do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX). O balanço foi apresentado, na última sexta-feira (27), pela equipe de coordenação e técnicos extensionistas do programa na Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), em Vitória.

No recorte regional, a Região Metropolitana concentra o maior número de prospecções, com 49 empresas. Na sequência estão a região sul com 20, e a região norte, com 13. Do total de empresas prospectadas, destacam-se o setor de alimentos e bebidas, com 33; o setor de moda, com 12; e o de móveis, com sete. Deste montante, 57 já preencheram o termo de manifestação de interesse em participar do programa.

O PEIEX-ES é desenvolvido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a Sedes e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), com a finalidade de qualificar as empresas para o mercado internacional. A meta é atender a 200 empresas nos próximos 24 meses. Ao final da qualificação, cada uma delas receberá um Plano de Negócios Internacional.

Durante a apresentação, o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, destacou que o PEIEX-ES é uma importante ferramenta para o crescimento internacional das empresas capixabas.

“Atualmente, 98% do setor empresarial do Estado é formado por micro e pequenas empresas que, com a ajuda do PEIEX-ES, terão uma porta aberta junto ao mercado internacional. É um nicho importantíssimo a ser explorado e tenho certeza que esta é mais uma ferramenta para alavancar oportunidades ao setor produtivo, gerando o crescimento das empresas, e maior número de empregos”, afirmou.

Já o subsecretário de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Feitosa, que coordena o PEIEX-ES, falou sobre a importância do programa para o aumento da visibilidade da produção capixaba voltada ao mercado internacional.

“Queremos estruturar e aumentar a cultura da exportação das empresas capixabas, sobretudo, as médias e pequenas. Sabemos que a nossa produção tem grande potencial de vendas internacionais e o PEIEX-ES é uma política pública, apoiada pelo Governo do Estado, que abre novas oportunidades aos produtores capixabas junto ao mercado internacional”, explicou.

O PEIEX-ES 2019/2021 conta com oito técnicos extensionistas, sendo quatro localizados no Núcleo Operacional instalado na Capital, responsáveis por atender a Grande Vitória e os municípios vizinhos. Uma equipe de dois técnicos atua na região sul, atendendo, Cachoeiro de Itapemirim e as demais cidades num raio de 120km; enquanto uma dupla, no norte do Estado, realiza o mesmo atendimento a partir do polo de Linhares. O programa conta ainda com quatro extensionistas juniores e um monitor responsável pela condução dos trabalhos de toda a equipe.

Compõem e equipe de técnicos e extensionistas os profissionais: Marco André Zon Filho; Marcio Pontes de Aquino; Kaio Colodetti Paiva; Nathalia Mamede; Priscila Sastre; Henrique Rocha Bahiense da Silva; Mariana Monteiro; Daniel Sardenberg; Isabela Spadetti e Mirella Favero. A monitoria é realizada por Francisco Ramaldes.

Memória

A primeira experiência do PEIEX-ES foi instituída por convênio assinado pela Apex-Brasil e Fapes. No período entre junho de 2016 e maio de 2018, o programa atingiu a meta de atender 146 empresas de 20 municípios, em pelo menos 15 setores. A maior participação aconteceu na Grande Vitória, com 103 empreendimentos, e envolveu principalmente os setores de vestuário, rochas ornamentais, alimentos e tecnologia da informação.

Sobre o PEIEX

PEIEX é uma iniciativa da Apex-Brasil para as empresas brasileiras iniciarem o processo de exportação de forma planejada e segura. As empresas que nunca exportaram têm várias dúvidas em relação à comercialização internacional e o PEIEX ajuda a eliminar as principais incertezas.

O Programa é implementado em todas regiões do País, por meio de parcerias da Apex-Brasil com instituições locais de ensino e pesquisa, como Universidades, Parques Tecnológicos ou Fundações de Amparo à Pesquisa, além de Federações de Indústria.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia 15.000 empresas em 80 setores da economia brasileira.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger
(27) 3636.9707 - 99942-9537
andreia.foeger@sedes.es.gov.br
Cintia Dias
(27) 3636.9708 - 99234-1291
cintia.dias@sedes.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard