11/02/2021 17h37

Projeto Missões Capixabas percorre três municípios para se aproximar do setor produtivo

Representantes da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) realizaram uma visita técnica, nessa quarta-feira (10), no Polo de confecção têxtil de São Gabriel da Palha, localizado na região noroeste do Espírito Santo. O encontro faz parte do cronograma de atividades do projeto “Missões Capixabas” que tem como objetivo promover a aproximação do Governo do Estado com o setor produtivo, fortalecendo, assim, sua atuação e crescimento.

Em seguida, o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, acompanhado do subsecretário de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Feitosa, se reuniu com o prefeito do município, Tiago Rocha, e empresários da região.

Um Grupo de Trabalho (GT), envolvendo a Sedes, a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) será formado, em breve, para discutir ações para o desenvolvimento do segmento na região. De acordo com Kneip, o grupo tem o objetivo de colaborar com medidas para a melhoria e fomento do setor que tem crescido de maneira significativa no município.

“O GT irá acompanhar de perto as iniciativas do polo de confecção têxtil que gera mais de quatro mil empregos. Atividades pontuais devem ser realizadas para fortalecer o desenvolvimento regional como, por exemplo, a ampliação da qualificação de mão de obra local e manutenção e geração de postos de trabalho. O setor está presente na maioria dos municípios capixabas e, tradicionalmente, é o que mais emprega o gênero feminino no Estado em termos de empregos industriais”, afirmou Kneip.

Na reunião com o empresariado, o subsecretário Gabriel Feitosa apresentou a Rota Estratégica de Confecção, Têxtil e Calçado, documento divulgado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), que aponta os caminhos que o setor deve percorrer. “O município de São Gabriel da Palha é considerado um dos principais polos da indústria têxtil do Estado. Na ocasião, conhecemos as demandas locais e apresentamos a ‘Rota Estratégica de Confecção, Têxtil e Calçado’, produzido pelo Ideies. Todas as medidas discutidas estavam próximas das ações de curto, médio e longo prazos, traçadas na Rota Estratégica, a serem desenvolvidas nos próximos anos para o crescimento do setor”, disse Feitosa.

O prefeito Tiago Rocha destacou a finalidade do encontro. “A proposta da conversa foi de apresentar as ideias, soluções e pedidos à Sedes, para que possamos discutir as diversas possibilidades de fomentar o comércio local, assim como apresentar projetos futuros de desenvolvimento tanto na área comercial quanto nas áreas de educação, saúde, esporte e lazer”, ressaltou o prefeito.

Visitas

No último dia 29 de janeiro, o secretário Marcos Kneip, o subsecretário Gabriel Feitosa, e a subsecretária de Estado de Competitividade, Rachel Freixo, foram recebidos no Complexo Industrial da Perfil Alumínio do Brasil S/A, em Viana. Na oportunidade, o diretor-comercial, Alexandre Casasco, apresentou o projeto de expansão das operações e de ampliação da indústria para os representantes da Sedes. A empresa é especializada na fabricação de alumínios nos mais diversos segmentos, tais como na produção de fachadas, guarda-corpo de varanda, estrutura de alumínio para painel fotovoltaico, e perfis industriais para implementos rodoviários, entre outros.

Durante uma visita técnica na Aspen Pharma, realizada no último dia 02 de fevereiro, o grupo foi recepcionado pelo gerente industrial, Rodrigo Rodrigues. A empresa de capital sul-africano tem 11 anos de atuação no Brasil, sede no Rio de Janeiro e fábrica na Serra. Após reunião com a diretoria, eles foram conhecer a produção de medicamentos comercializados no mercado brasileiro.

Plano Espírito Santo — Convivência Consciente

É um conjunto de ações envolvendo órgãos do poder público e do setor produtivo para promover o desenvolvimento econômico, priorizando as pessoas, com o objetivo de reduzir os impactos sofridos pela população capixaba em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). São previstos mais de R$ 32 bilhões em investimentos dos Governos Federal, do Estado e do setor privado até o final de 2022. A estimativa é de que sejam criadas mais de 100 mil vagas de emprego.

O Plano apresenta sete eixos de atuação: Desburocratização; Medidas Tributárias; Crédito e Financiamento; Monitoramento dos Impactos na Economia; Aceleração dos Investimentos Públicos e Privados; Inovação e Tecnologia e Geração de Emprego e Renda.

O Conselho Gestor do Plano Espírito Santo — Convivência Consciente é formado por representantes das Secretarias de Economia e Planejamento (SEP); Mobilidade e Infraestrutura (Semobi); Fazenda (Sefaz); Governo (SEG), Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e Desenvolvimento (Sedes), que vão acompanhar de perto a implementação das medidas previstas no Plano. O Conselho será responsável ainda pelas orientações a serem seguidas conforme as prioridades do Governo, propondo ações de rearranjo da conjuntura econômica e potencializando a recuperação da economia do Estado.

 

 

Informação à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Ipem
Andreia Foeger / Gabriela Galvão
(27) 3636-9707 / 99942-9537 / 3636-9708
comunicacao@sedes.es.gov.br / gabriela.galvao@sedes.es.gov.br


2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard