17/09/2019 17h14

Sedes implanta último conselho do Plano de Desenvolvimento Regional

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes) implanta, nesta quinta-feira (19), o último conselho do Plano de Desenvolvimento Regional. Nova Venécia sediará o encontro para a definição do grupo da região noroeste, que compreende também os municípios de Ecoporanga, Água Doce do Norte, Barra de São Francisco, Águia Branca, Mantenópolis e Vila Pavão. Com este conselho, será finalizada a etapa de formação dos grupos regionais, que começaram a ser implantados em maio.

 

Já têm conselhos regionais as microrregiões central sul, litoral sul, Caparaó, sudoeste serrana, central serrana, centro-oeste, Rio Doce e nordeste, sendo que as três primeiras já realizaram as reuniões pós-implantação.

 

O subsecretário de Integração e Desenvolvimento Regional e coordenador executivo do Plano de Desenvolvimento Regional, Paulo Menegueli, comemora o fim desta etapa. “Com a definição dos membros dos conselhos, os grupos estão aptos a começar a trabalhar para que possamos elaborar políticas públicas criadas a várias mãos, priorizando a vocação, os desafios e as potencialidades de cada microrregião”, diz.

 

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip Navarro, o Plano de Desenvolvimento Regional é um dos programas mais estratégicos para a Sedes. “É preciso reconhecer as diferenças regionais e atuar para equilibrá-las, promovendo o desenvolvimento regional sustentável”, explica.

Plano Regional de Desenvolvimento

O Plano Regional de Desenvolvimento foi lançado pelo Governo do Estado no dia 10 de abril, em Cachoeiro de Itapemirim. Paulo Menegueli, lembra que o objetivo dos conselhos é criar um ambiente de articulação e integração de interesses das microrregiões a partir das vocações, desafios e oportunidades identificadas para cada área e buscar o desenvolvimento regional integrado de forma equilibrada e sustentável.

Além da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), fazem parte do comitê gestor do Plano, a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), a Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

A política de desenvolvimento regional tem como diretriz o equilíbrio do desenvolvimento em todo Estado, buscando potencializar os arranjos produtivos existentes e gerar novas oportunidades. A ação de governo se orienta pela busca do equilíbrio e contemplará ações bem estruturadas, focadas na busca de investidores capazes de consolidar ou adensar cadeias produtivas já existentes.

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem

Andreia Foeger

(27) 3636.9707 - 99942-9537

andreia.foeger@sedes.es.gov.br

Cintia Dias

(27) 3636.9708 - 99234-1291

cintia.dias@sedes.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard