28/11/2019 15h59

Sedes institui grupo de trabalho para acompanhamento da desestatização da Codesa

A Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) instituiu o Grupo de Trabalho Executivo (GTE) para acompanhamento do processo de desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), estatal que administra os portos de Vitória, Vila Velha e de Barra do Riacho. A portaria que cria o GTE foi assinada, nesta quinta-feira (28), pelo secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, e deverá ser publicada na edição do Diário Oficial do Espírito Santo desta sexta-feira (29).

De acordo com o secretário Marcos Kneip, o GTE vai subsidiar com estudos e definir a metodologia e o público envolvido que poderá ser impactado com as mudanças que regem as atividades portuárias no Espírito Santo.

“A Sedes quer auxiliar e enriquecer esse momento de debate. Trata-se de um grupo de trabalho que vai desenvolver um relatório que contribuirá para o processo de transição dessa desestatização”, destaca.
A gerente de Novos Negócios da Secretaria, Christiane Vargas, explica ainda que “dada a possibilidade de desestatização, o estudo aponta potencialidades do Porto de Vitória que vão contribuir para a prospecção de novos negócios”.
O GTE terá o prazo de 360 dias, a partir da publicação da portaria, para submeter relatório final ao secretário de Desenvolvimento. O documento será a base dos estudos que serão encaminhados ao Ministério da Infraestrutura.

Integram o GTE o secretário Marcos Kneip; o subsecretário Gabriel Feitosa; o subsecretário de Desenvolvimento de Integração Regional, Paulo Menegueli; a gerente de Novos Negócios, Christiane Vargas; a especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, Fernanda Orletti; a assessora especial, Fabrine Schwanz e a chefe de Gabinete, Oxana Roriz.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger
(27) 3636-9707 / (27) 99942-9537
andreia.foeger@sedes.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard